terça-feira, 24 de maio de 2016

Licores

Quem diria que fazer um licor podia ser tão simples e rápido?
Hoje, trago alguns  licores caseiros preparados por mim.
Apesar de ter feito com alfarroba, podemos utilizar outro fruto como amoras silvestres, morangos, alperces, ou até cascas de tangerina, limão ou laranja, pau de canela, grãos de café, romãs ... 
É uma questão de inventar, experimentar e testar!



Licor de Alfarroba
  • 1kg. de Açúcar
  • 1 L de água
  • 1 L de aguardente vínica
  • 16 Vagens de alfarroba partidas aos bocadinhos
Leve ao lume médio até levantar fervura o açúcar com a água, durante 10 minutos + ou -, até que o açúcar se dissolva completamente e se forme uma calda.
Depois junte as alfarrobas partidas mexendo sempre, deixe ferver 5 a 7 minutos e reserve.
Depois de fria, adicione aos poucos a aguardente vínica e misture bem. Filtre as alfarrobas e guarde numa garrafa.
Deve mexer a garrafa todos os dias, durante 15 dias.
Fica pronta a consumir ao fim de 4 meses.

Receita da minha amiga Isabel do blog Orquestra de Panelas
Licor de Laranja ou Tangerina
  • 5 Laranjas grandes cortadas ou 7/8 tangerinas
  • 1 Lt. Aguardente vínica
  • 2 Frascos médios (com capacidade + ou – de 0,75 litro)
Calda: 
  • 1 Kg. Açúcar
  • 1 Lt. Água
Comece por lavar as laranjas muito bem (com a casca). 
Limpe-as com um pano. Parta as laranjas aos bocados com a casca e divida-as pelos dois frascos. 
Distribua a aguardente vínica por dois frascos que vedem bem.
As laranjas têm de ficar totalmente cobertas pela aguardente.
Reserve durante 2 meses. 
Agite os frascos todos os dias durante as duas primeiras semanas. Depois, só de vez em quando.

2 Meses depois:
Retire as laranjas dos frascos e esprema-as bem. 
Filtre a aguardente com uma rede fina. Lave os restos das laranjas com o litro de água e filtre essa água.
Num tacho coloque o açúcar e a água de lavar as laranjas. 
Leve ao lume até atingir um ponto pérola. 
Deixe arrefecer e depois adicione a aguardente e mexa bem. 
Por fim, volte a filtrar o licor e guarde numa garrafa.
Quanto mais tempo passar melhor fica o licor.

Receita do blog Sabor Intenso

6 comentários:

  1. Aqui esta uma coisa que nunca fiz , gostei de ambos.
    Fiquei curiosa com o de alfarroba pois é um sabor que gosto muito
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, São!!
      Desde que comecei a fazer os meus licores, nunca mais os voltei a comprar.
      Para além de gostar de beber um copinho de vez em quando, adoro confecioná-los.
      Experimenta que vais gostar.
      Beijinhos,
      Paula G.

      Eliminar
  2. Que delícia paula!!
    Adoro licores e estes teus estão fabulosos.
    Também tenho um creme de cassis para publicar que começou ser feito há quase 1 ano atrás...
    Um beijinho grande,
    Lia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida Lia,
      Este é mais um dos meus passatempos, experimentar licores dos mais variados sabores.
      Gosto muito de um copinho de licor fresquinho, e ainda mais se for caseiro!
      Beijinhos,
      Paula G.

      Eliminar
  3. Eu adoro fazer! De beber não gosto! Detesto qualquer bebida com álcool, mas fazer licores é algo que me dá muito prazer! Eu faço e o meu marido é o provador! De alfarroba nunca fiz, deve ser interessante! De laranja/tangerina é frequente! Já fiz tantos sabores que até já perdi a conta! Até de cenoura já fiz! Perto do natal faço sempre vários para servir às visitas que cá aparecem e também já fiz para oferecer! É uma prenda com muito mais significado e valor do que qualquer uma que possamos comprar numa loja! Depois de fazer o primeiro nunca mais queremos outra coisa! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que giro, Elisabete!
      Mais uma coisa que temos em comum, adoro fazer licores e gosto de experimentar novos sabores. Também tenho o hábito de fazer umas garrafas a mais para oferecer aos amigos pelo Natal. E é bem como tu dizes, quando começamos não queremos outra coisa ;)
      Beijinhos,
      Paula G.

      Eliminar