quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Cupcakes de abóbora e especiarias

Já aqui mencionei por algumas vezes o quando adoro cupcakes, muffins e queques.
Para os amantes destes bolinhos, aqui fica mais uma combinação de sabores com contrastes muito interessantes e aromas de especiarias.
Estes são perfeitos para o Halloween e serão um sucesso onde quer que você os sirva!
Ingredientes para 14 cupcakes: 
  • 2 c. de sopa de manteiga sem sal, amolecida não derretida
  • 120g de açúcar amarelo
  • ½ chávena de açúcar mascavado escuro
  • 2 ovos M
  • 220g de puré de abóbora
  • ½ chávena de buttermilk (ou½ chávena de leite com 1 colher de sopa de sumo de limão)
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1 chávena de farinha de trigo + 2 c. de sopa
  • 1 c. de chá bem cheia de canela em pó
  • ½ c. de chá de gengibre moído
  • 1 c. de café de noz moscada
  • 1 c. de chá de fermento em pó
  • ½ c. de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 pitada de sal
Preparação: 
Comece por cozer cerca de 500g de abóbora já arranjada e cortada em cubos num tacho com água e temperada de sal. Depois de cozida escorra muito bem a água e reduza a puré. Reserve e deixe arrefecer.
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre uma forma de muffin com formas de papel e reserve.
Numa tigela grande, bata a manteiga amolecida, o açúcar branco e o açúcar mascavado até ficar um creme esbranquiçado.
Adicione os ovos, um de cada vez, batendo após cada adição. Adicione o puré de abóbora, o buttermilk e o extrato de baunilha.
Noutra tigela, misture a farinha, a canela, o gengibre, a noz moscada, o fermento, o bicarbonato e o sal. Misture bem. Adicione os ingredientes secos ao creme anterior.
Preencha 2/3 das formas de muffin. Leve a cozer por 20 minutos ou até que um palito inserido no centro sair limpo. Não os deixe cozer demais.
 Happy Halloween!

domingo, 28 de outubro de 2018

Fofos de laranja

Aqui em casa nunca podem faltar laranjas!
Estes fofos de laranja são os meus preferidos, tanto pela sua simplicidade e como pelo sabor.
Ficam fofos e húmidos e fazem-se num piscar de olhos. Perfeitos para os lanches do fim de semana, quando temos visitas de última hora. 

Ingredientes: 
  • sumo e raspa de 1 laranja
  • 220 g de açúcar
  • 3 ovos M
  • 250 g de farinha de trigo
  • 200ml de leite
  • 1 colher de chá de fermento em pó
Preparação: 
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma de bolo retangular com margarina e polvilhe com farinha.
Numa tigela grande, bata os ovos e o açúcar. Adicione o sumo e a raspa de laranja e bata mais um pouco. De seguida, deite o leite e misture tudo muito bem. Finalmente, adicione a farinha misturada com o fermento em pó e bata até obter uma mistura homogénea. 
 Bom apetite!

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Pavlova de Outono

A Pavlova é uma sobremesa delicada e encantadora, capaz de conquistar uma pessoa assim que a vê
É sem dúvida uma das minhas sobremesas preferidas e é perfeita para abrilhantar a sua mesa!
É um doce à base de suspiro, coberto com natas batidas e decorado com fruta fresca.
Acredita-se que esta sobremesa foi criada em honra da bailarina Russa Anna Pavlova, aquando da digressão que fez pela Austrália e Nova Zelândia, nos anos 20.
Existem muitas informações controversas sobre a sua origem, mas o mais importante é que é uma sobremesa maravilhosa! Não acham?
É com esta Pavlova de Outono que participo na 32ª edição do Sweet World das queridas Lia e Susana.
Merengue/Base: 
  • 4 claras
  • 180g de açúcar
  • 1 c. de sobremesa de vinagre
  • 1 c. de sopa de amido de milho
Chantilly: 
  • 200ml de natas para bater
  • 1 iogurte grego natural açucarado
  • 2 c. de sopa de açúcar
  • 1 c. de chá de extrato de baunilha
  • 1 c. de sobremesa de extrato de baunilha
Decoração: 
  • 6 figos frescos
  • bagos de romã q.b.
Preparação: 
Pré-aquecer o forno a 150ºC.
Coloque uma folha de papel vegetal e desenhe um círculo com cerca de 20 cm de diâmetro. Reserve.
Bata as claras em castelo firme. Junte de seguida o açúcar aos poucos, duas colheres de cada vez, até estar bem incorporado. De seguida adicione o vinagre, envolva, e por fim o amido de milho.
Espalhe o preparado dentro do círculo desenhado, e molde a gosto com uma espátula ou colher. Tenha atenção para deixar o centro um pouco mais baixo que os limites exteriores.
Coloque no forno e passado 15 minutos reduza a temperatura para 140ºC, sem ventoinha.
Deixe cozer durante 40 minutos, não abrindo nunca a porta do forno. 
Ao fim deste tempo desligue e deixe a pavlova lá dentro até arrefecer completamente.
Prepare o chantilly, batendo as natas até estarem bem firmes. Acrescente o açúcar e a baunilha e bata até estarem incorporados. Por fim envolva o iogurte grego.
Descole delicadamente o merengue do papel vegetal e coloque-o no prato de servir. Espalhe por cima as natas/chantilly. Decore com os figos partidos em finas fatias e espalhe alguns bagos de romã por cima das natas. Polvilhe com açúcar em pó (opcional). Leve ao frigorífico até à hora de servir.
Bom apetite!

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Pull Apart Bread de Canela

No Dia Mundial da Alimentação e do Pão, ou mais conhecido como World Bread Day, centenas de “bloggers” confecionam e apresentam uma receita de pão, dando assim o seu contributo para o evento.
Fazer pão está entre uma das coisas que mais gosto de fazer, além dos doces, claro está!
O aroma quente do pão acabadinho de sair do forno… hum! Tão bom, que maravilha …
Desta vez resolvi fazer um Pull Apart Bread, que é um pão cortado aos pedaços e acomodado, assim mesmo, dentro de uma forma de bolo inglês, para que, depois de cozido, possamos puxar bocadinho por bocadinho e ir comendo sem precisar de faca nem nada.
O resultado é um pão doce, bem fofinho e húmido com um recheio super aromático a canela.

Ingredientes:   
  • 500g de farinha 
  • 50g de açúcar 
  • 15g de fermento fresco 
  • ½ colher de chá de sal 
  • 50g de manteiga líquida
  • 80g de leite morno
  • 80g de água morna
  • 2 ovos L
Recheio de canela: 
  • 70g de manteiga derretida 
  • 135g de açúcar (usei amarelo)
  • 2 colheres de chá de canela 
Preparação: 
Para minimizar um erro comum nas leveduras, há duas coisas que devemos levar em conta: 
1º O sal inibe o efeito da levedura 
2º As gorduras e açúcar também fazem a levedura agir mais lentamente.
O que fazemos então se tivermos que integrar esses ingredientes na mesma massa? 
A primeira coisa que faremos é garantir que a levedura fique ativa e, para isso, começamos por misturar na taça da batedeira a farinha, a água, o leite e o fermento (dissolvido no leite morno) e batemos até ficarem misturadas.  Deixe fermentar, cobrindo a massa com um pano durante 15-30 minutos.  
Após esse tempo, adicionamos os restantes ingredientes e amasse bem, cerca de 10 minutos, até obtermos uma massa bem trabalhada e elástica. 
Depois de amassada, untamos uma taça com um pouco de azeite e deixamos a massa a fermentar durante 1 hora em local quente.
Antes de cobrir com um pano e deixar dobrar seu volume, podemos dobrar os cantos para o centro da massa e dar-lhe uma forma de bola. 
No verão com o calor a levedura será muito mais rápida, porém no inverno pode levar mais de uma hora. Tente que a cozinha tenha uma temperatura morna (mas sem ultrapassar os 30ºC).
Quando tiver a massa com o dobro do tamanho, é hora de começar a esticá-la para começar a formar nosso pão de canela.
Com a ajuda de um rolo de massa e polvilhando farinha na superfície de trabalho, estique a massa até obter um retângulo o mais regular possível de cerca de 45 × 30 cm.
Vai notar que a massa se retrai quando a estica um pouco. É normal! 
Uma vez que o retângulo esteja pronto, espalhe o recheio de canela: misture a manteiga derretida, a canela e o açúcar e espalhe por toda a superfície do retângulo da massa.
Depois, corte a massa longitudinalmente em seis tiras e cada uma das tiras, por sua vez, em seis retangulos, que serão empilhados seis por seis e organizados verticalmente numa forma de bolo Inglês, previamente untada de azeite.
Cubra a forma com um pano e deixe a massa levedar novamente até atingir o rebordo da forma. Nessa altura, coloque a forma no forno pré aquecido a 180º C durante 40 minutos ou até ficar com um lindo tom dourado.
Faça o teste do palito. Retire o pão do forno, desenforme e deixe arrefecer numa rede.


Receita da querida Belén do Blog Cupcakes a Gogó
Happy World Bread Day!

domingo, 14 de outubro de 2018

Bolo de côco

Quando penso em bolos simples, penso no prazer e no conforto que sinto em ir para a cozinha e preparar um bolo caseiro.
Adoro este tipo de bolos, fáceis de fazer e tão bons, que são alimento para a alma!
Este é daqueles bolos rústicos e fofos, perfeito para as tardes frescas de Outono.
Ingredientes: 
  • 4 ovos L
  • 270g de açúcar amarelo
  • raspa de 1/2 limão
  • 170ml de iogurte de coco
  • 50ml de azeite ou óleo vegetal
  • 25g de coco ralado
  • 200g de farinha com fermento
  • 1 colher (chá) de fermento
Preparação: 
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte com manteiga uma forma de chaminé tradicional de tamanho médio e reserve.
Coloque os ovos, o açúcar e raspa de limão numa taça e bata com a batedeira elétrica por uns 5 minutos, até ficar uma mistura volumosa e esbranquiçada.
Adicione o iogurte, azeite ou óleo e o coco ralado e bata bem.
Por fim junte a farinha e o fermento e envolva suavemente na massa até ficar homogénea.
Coloque a massa na forma e leve ao forno até cozer (teste do palito), uns 40 minutos.
Desenforme, deixe arrefecer e polvilhe com coco ralado ou açúcar em pó.

Receita adaptada da querida Inês do Blog Ananás e Hortelã 
Bom Apetite!

domingo, 7 de outubro de 2018

Bolachinhas recheadas

Bolachas nunca são de mais e se forem fáceis e rápidas de fazer, tanto melhor!
Ideais para acompanhar com um bom chocolate quente, um chá ou um café, estas bolachas são uma verdadeira tentação.
Ingredientes: 
  • 200g de manteiga
  • 100g de açúcar
  • 300g de farinha
  • açúcar para “panar” q.b.
  • recheios vários q.b. (Ex: Nutella, lemon curd, doces ou compotas, etc.)
Preparação: 
Misture a manteiga amolecida (não derretida) com o açúcar. 
Junte a farinha e incorpore todos os ingredientes com a mãos, com uma colher ou com uma batedeira elétrica, só até se unirem numa bola (não é preciso amassar) – a massa deve ficar macia, mas sem colar. 
Molde bolinhas de massa do tamanho de berlindes grandes. 
Passe cada bola por açúcar, cobrindo bem, e coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal. Com a ponta do dedo ou o cabo de uma colher de pau, faça um buraco pequeno (sem perfurar) no centro de cada bola de massa e encha-o com cerca de ½ colher de chá do recheio que preferir. 
Leve ao forno preaquecido a 180 °C durante 8-10 minutos. 
Retire as bolachas do forno quando começarem a ganhar um pouco de cor nas bordas (não devem ficar muito douradas).

Receita da La Dolce Rita
 Deliciosas!

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Compota de curgete, limão e especiarias

Com a chegada do Outono, chegam também as suas cores quentes e os seus inconfundíveis sabores!
Desta vez decidi fazer uma compota de curgete, que já a algum tempo queria experimentar. Posso dizer que foi uma agradável surpresa!
Não deixem de fazer, porque não se vão arrepender, aqui fica a receita:
Ingredientes: 
  • 1,600kg de curgete descascada
  • 600g de açúcar amarelo
  • 2 paus de canela
  • 1 estrela de anis
  • raspa de 1 limão
Preparação: 
Comece por descascar as curgetes. 

Depois de pesadas, rale as curgetes (usei o ralador vegetariano da Borner) para um tacho largo e alto, junte o açúcar, a raspa de limão e as especiarias e mexa bem.
Leve a lume brando e deixe ferver lentamente mexendo de vez em quando. 
O doce estará pronto quando atingir o ponto de estrada (que para esta quantidade de ingredientes demora cerca de 1h - Ponto de estrada: para testar, coloque um pouco de doce num prato e passe-lhe com o dedo ou a ponta de uma faca. Se abrir uma "estrada" que não se feche de imediato, o doce está pronto.)
Coloque o doce ainda quente em frascos de vidro previamente esterilizados e bem secos e tape-os bem. Ponha-os depois de cabeça para baixo de modo a criarem um vácuo natural e assim se conservarem mais tempo. Depois de frios guarde-os num local fresco e seco.
Bom apetite!