quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Brigadeiros

Outra receita que costumo fazer nestes dias de festa são estes gulosos Brigadeiros.
De textura cremosa e de sabor suave são uma verdadeira tentação.
Para além de bonitos são simples e rápidos de preparar.
Brigadeiros
  • 100 g chocolate em barra
  • 1 lata leite condensado
  • 1 colher de sobremesa de margarina
  • Chocolate granulado/ pepitas de cores/ coco ralado
  • Óleo de coco q.b
Num tacho, misture o chocolate e o leite condensado.
Junte a margarina e leve a lume brando, mexendo sempre durante + ou - 10 minutos.
Deite a massa dos brigadeiros num prato untado com um pouco de óleo, para evitar que se agarre e deixe arrefecer.
Quando a temperatura da massa o permitir, molde bolinhas com as mãos, previamente untadas com óleo e passe-as em seguida pelo chocolate granulado/pepitas de cores/coco ralado.

Coloque em forminhas de papel frisado e sirva frios.

Feliz Ano Novo!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Arroz Doce

Outra receita que não falta na minha mesa de Natal é o famoso e tradicional Arroz Doce.
De textura cremosa e de sabor suave é uma verdadeira tentação.
O arroz doce é das coisas que gosto de comer em qualquer altura do ano, mas no Natal é imprescindível.
ARROZ DOCE
  • 1 Chávena de arroz (chávena de 250 ml.)
  • 2 Chávenas de água
  • 1 Pau de canela médio
  • 1 L. leite quente
  • 1 Chávena de açúcar
  • Canela em pó q.b.
  • Casca de limão
  • 1 Colher de sopa rasa de margarina.
  • 2 Gemas L ou ½ pacote de leite-creme
Coloque o arroz, a água, a casca de limão, a margarina e o pau de canela, num tacho em lume brando. Quando a água desaparecer e o arroz estiver cozido, acrescente o leite quente, vá mexendo com frequência.
Quando ferver, baixe o lume e deixe o leite engrossar mexendo de vez em quando.
Quando o leite engrossar mas não muito, adicione o açúcar. Mexa. Desligue o fogão.
Parta os ovos e separe as gemas. Bata as gemas e junte. Ligue o fogão e deixe ferver um pouco. Quando estiver bem cremoso está pronto. Coloque numa travessa e polvilhe com canela em pó.

Nota: Se fizer com leite-creme, misture-o, previamente, com um pouco de açúcar e leite frio para ajudar a dissolver.
 Bom apetite!
Festas Felizes 

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Pavlova de Frutos Vermelhos

Com o Natal quase, quase à porta, trago esta receita que vos vai adoçar esta noite de festa!
Impossível de resistir e de apresentação bem natalícia esta Pavlova de Frutos Vermelhos é rainha na minha mesa de Natal.

Boas Festas e Um Santo Natal para todos vós.
Pavlova de Frutos Vermelhos
  • 8 Claras
  • 250 grs. de açúcar
  • 1 Colher de chá de farinha maizena
  • 1 Colher de chá de vinagre de vinho branco
  • 1 Colher de chá de extrato de baunilha (opcional)
Para a cobertura:
  • 200 ml de natas
  • 3 colheres de sopa de açúcar
  • raspa de 1 limão/lima
  • frutos vermelhos (morangos, amoras, framboesas, romãs)
  • 2 maracujás
Ligue o forno a 180º.
Bata as claras em castelo. Quando estiverem bem firmes junte a pouco e pouco o açúcar (cerca de duas colheres de sopa de cada vez) deixando envolver bem antes de adicionar mais e sem nunca parar de bater. Depois de esgotar o açúcar continue a bater durante mais uns 3 a 4 minutos ou até o merengue ficar bem robusto e brilhante, fazendo picos.
Junte a maizena e o vinagre e bata só para envolver.
Coloque nesta fase as gotas de extrato de baunilha - é opcional.
Coloque o merengue sobre uma tarteira com a espátula espalhe, rodando. Faça uma cavidade ligeira no centro para facilitar a colocação da cobertura.
Coloque no forno, baixe imediatamente a temperatura para 120º e deixe cozinhar durante 1 hora e 30 minutos.
Desligue o forno e deixe o merengue arrefecer totalmente no interior.
Junte numa taça as natas acabadas de sair do frigorífico, bem frias, junte a raspa de limão/lima e bata em velocidade média até ficar chantilly - atenção que para o chantilly sair bem, não se pode bater com velocidade muito forte. Adicione o açúcar e continue a bater.
Cubra a pavlova com este chantilly, coloque a fruta por cima.

Nota: Na hora de servir, o chantilly tem de estar bem fresco. Prepare o chantilly com um pouco de antecedência e guarde-o no frigorífico. Coloque a cobertura só na hora.

Receita adaptada do blog “ "A Minha Cozinha” da Clara de Sousa

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Trufas de Frutos Secos

As Trufas de Frutos Secos são uma das iguarias da época Natalícia.
São tão versáteis, fáceis e sobretudo deliciosas.
Atrevam-se este Natal a enfeitar a vossa mesa com estas lindas e saborosas bolinhas de amêndoa, nozes e tâmaras com um leve toque de rum para realçar os sabores dos frutos.
Trufas de Frutos Secos
  • 7 Tâmaras descaroçadas
  • 1/4 Colher de sopa de linhaça em pó
  • 1 Colher de sopa farinha de alfarroba
  • 1 Colher de sopa de sementes de girassol
  • 2 Colheres de sopa de amêndoas laminadas
  • 1 Colher de sopa de mel
  • 1 Colher de sementes de abóbora
  • 3 Nozes
  • 10 Bagas goji
  • 1 Colher de sopa de Rum
  • Coco ralado q.b.
Num robot, triture as tâmaras, as sementes, as nozes e as amêndoas.
Depois adicione as farinhas, o rum e o mel, triture mais um pouco até obter uma massa compacta.
Retire tudo para um prato e faça bolinhas com as mãos e polvilhe em coco ralado. 
Beijinhos e Boas Festas!!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Bolachas de Natal

Já falta pouco tempo para o tão desejado Dia de Natal.
Trago uma sugestão para quem gosta de dar uns presentinhos personalizados e feitos com muito amor e carinho. Estas lindas e deliciosas Bolachas de Natal.
Bolachas de Natal
  •  150 grs de Vaqueiro Sabor a Manteiga
  • 100 grs de açúcar
  • 1 ovo L
  • 300 grs de farinha
Aromas: 
  • 1 colher de chá bem cheia de canela Margão
  • 1 colher de café de gengibre em pó Margão
  • Raspa de 1/2 laranja
  • Uma pitada de sal
Decoração:
  • Pasta de açúcar branca
  • Palhinhas
  • Papel vegetal
  • Cortadores em forma de floco de neve

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Bata a Vaqueiro Sabor a Manteiga com o açúcar e misture tudo numa batedeira até obter um creme fofo. Junte também um ovo grande, a canela, o gengibre e a raspa de laranja.
Adicione a farinha e uma pitada de sal. Vá misturando e amassando com a ajuda das mãos até obter uma massa consistente e forme uma bola.
Polvilhe uma superfície com farinha e vá trabalhando a massa até ter uma espessura de cerca de 3mm.
Leve a massa ao frigorífico por 1 hora.
Com a ajuda de um copo ou cortador redondo corte a massa em forma de círculos. Com a ajuda de um copo mais pequeno pressione levemente para fazer um círculo interior. 
Para formar botões perfeitos, faça cerca de 2 ou 4 buraquinhos alinhados com a ajuda de uma palhinha.
Corte alguns flocos de neve com a ajuda de um cortador.
Coloque papel vegetal sobre um tabuleiro e disponha as bolachinhas.
Leve ao forno pré-aquecido durante cerca de 10 minutos até ganharem um tom dourado.
No final retire-os do tabuleiro e deixe arrefecer numa grade de forno. Depois trabalhe a pasta de açúcar numa superfície plana e corte com a ajuda do cortador alguns flocos de neve e cole sobre a bolacha.
Para colar a pasta de açúcar na bolacha, basta com a ajuda de um pincel, pincelar a pasta com um pouco de água e pressionar levemente sobre a bolacha. Deixe secar. 

Receita base da Vaqueiro

Boas Festas!

sábado, 19 de dezembro de 2015

Bolo Inglês

Por aqui já cheira a Natal!
Já decorámos a Árvore, já escolhemos a ementa para esta festa em família.
Natal que é Natal, aqui em casa tem de ter Bolo Inglês!
Aqui fica a minha sugestão para deliciar a família na noite de Natal.

  • 200 grs. Açúcar
  • 250 grs. Farinha
  • 1 Colher de sopa de fermento
  • Frutas cristalizadas q.b.
  • Frutos secos a gosto q.b. (nozes, amêndoas, pinhões, passas e avelãs)
  • 125 grs. Margarina
  • 4 Ovos
  • 1,5 dl. Vinho do Porto (para macerar as frutas cristalizadas)

Comece por partir as frutas cristalizadas em cubinhos pequeninos.
Depois de partidas, coloque-as numa taça com o Vinho do Porto a macerar, durante pelo menos 3 horas.
Pré-aqueça o forno a 180º.
Numa taça, bata o açúcar com a margarina até ficar um creme fofo e esbranquiçado.
Junte os ovos (inteiros ou não) e a farinha com fermento, bata muito bem.
Por fim adicione o Vinho do Porto, que serviu para macerar as frutas e bata até fazer bolhinhas. Junte as frutas cristalizadas escorridas e os frutos secos bem partidos.
Leve a cozer ao forno pré aquecido a 180ºC em forma (untada e polvilhada) própria para bolo Inglês durante 45 a 60 minutos. Faça o teste do palito.

Nota: 10 minutos depois de o bolo estar no forno dê um corte longitudinal na massa e coloque as frutas para decoração.

Boas Festas para todos!




quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Bolo de Caramelo

É engraçado como pequenos gestos nos conseguem deixar de coração cheio. 
Foi o caso desta receita de Bolo de Caramelo!
Há umas semanas atrás, um dos meus "pequenos/grandes amigos do coração", o meu amigo Martim, com 9 anos, que é  um  aluno da escola onde trabalho, tomou conhecimento do Sugar Bites e do meu gosto pela cozinha.
E depois de alguma conversa falou-me deste bolo, que segundo ele " é o melhor bolo de caramelo do Mundo" e prontificou-se logo em dar-me a sua receita. 
É que o Martim partilha desta mesma paixão por bolos, bolinhos e tudo que seja doce, assim como ele é.
Então,qui têem o Bolo do Martim feito por mim e espero que esteja tão bom como o dele.
Bolo de Caramelo
  • 2 Ovos
  • 250 grs. de farinha
  • 250 grs de açúcar
  • 125 grs de manteiga (usei margarina Vaqueiro sabor a manteiga)
  • 3/4 de chávena de leite
  • 2 colheres de chá de fermento
Cobertura
  • 125 grs de açúcar
  • 130 ml de leite quente
  • 1 colher de sopa mal cheia de manteiga
  • 6 nozes partidas ao meio
Comece por queimar 100 grs de açúcar e depois junte aos poucos o leite a ferver e mexa até derreter o açúcar todo. Deixe arrefecer.
Bata a manteiga com as restantes 150 grs de açúcar e as gemas até fazer um creme esbranquiçado.
Junte o caramelo, a farinha e o fermento. Bata novamente.
Envolva as claras em castelo. Unte com margarina e polvilhe com farinha uma forma de 20 cm.
Leve a cozer em forno pré aquecido a 180ºC durante + ou - 40 minutos.
Faça o teste do palito. Deixe arrefecer o bolo.
Entretanto faça a cobertura levando o açúcar ao lume num tacho até fazer ponto de caramelo.
Depois com muito cuidado vá juntando o leite quente. Ferve-se até derreter o açúcar na totalidade. 
Junte a manteiga e ferva até fazer ponto estrada.
Coloque as metades de noz no topo e cobre-se o bolo com o caramelo.

Receita do Martim Sofia

Posso garantir que fica um bolo DELICIOSO!!
Temos Chef!
Obrigada amigo, serve-te desta bela fatia.
Beijinho muito grande.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Bolo de Limão e Alfazema

Há dias especiais e pessoas ainda mais especiais na nossa vida!
Há uns fins de semana atrás, foi o aniversário dos meus queridos pais.
E para celebrar estes preciosos momentos nada melhor que um simples, lindo e delicioso Bolo de Limão e Alfazema.
Tal como o Célio diz, este bolo não é para nos satisfazer com uma só fatia.
Fica um bolo perfeito, tanto na textura como no sabor refrescante a limão.
E o doce aroma a alfazema,desse nem vos falo... Não poderia ter feito melhor escolha para este lanche tão especial.

Bolo de Limão & Alfazema
Para o bolo:
  • 200 grs. de farinha
  • 100 grs. De farinha de milho
  • 2 colheres de chá de fermento
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 pitada de sal
  • 180 grs. de Vaqueiro Sabor a Manteiga
  •  200 grs. de açúcar amarelo
  • 4 ovos
  •  Raspa e sumo de 1 limão
  • 1 colher de sopa de flores de alfazema picadas
  • 2 iogurtes naturais
Para o glacé:
  • 4 colheres de sopa de açúcar em pó
  • 2 colheres de sopa de iogurte grego (opção minha)
  • Sumo de 1/2 limão
  • Flores de alfazema p/ decorar
Pré-aqueça o forno a 170ºC.
Unte com Vaqueiro Líquida uma forma redonda com buraco, polvilhe com farinha e reserve.
Misture as farinhas com o fermento, o bicarbonato de sódio, o sal e reserve.
Bata a Vaqueiro Sabor a Manteiga com o açúcar durante alguns minutos até obter um creme esbranquiçado.
Aos poucos, e sem deixar de bater, adicione os ovos, um de cada vez.
Adicione a raspa, o sumo de limão, as flores de alfazema picadas, os iogurtes naturais e bata mais um pouco.
Junte a mistura de farinha à massa e envolva sem bater demasiado, até obter uma mistura homogénea.
Verta a massa na forma e leve ao forno durante 50 minutos.
Desenforme o bolo e deixe arrefecer.
Prepare o glacé, batendo o açúcar com o sumo de limão até obter a textura desejada.
Por fim junte o iogurte e misture muito bem.
Espalhe o glacé sobre o bolo e decore com flores de alfazema.

Receita do Blog “Sweet Gula”

Sei que as fotos não são as melhores, pois foram tiradas ao entardecer, mas mesmo assim achei que não deveria deixar de publicá-las. 
Não deixem de experimentar este delicioso bolo.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Bolo de Batata Doce

Para aqueles dias em que apetece cometer um pequeno pecado, este bolo é perfeito!
De textura húmida, como eu tanto gosto,e de aroma sublime recomendo este delicioso Bolo de Batata Doce.

Bolo de Batata Doce
  • 200 grs. Açúcar                                                                                                   
  • 150 grs. Margarina amolecida
  • 120 grs. Puré de batata doce muito bem escorrido
  • 5 Ovos
  • 150 grs. Farinha de trigo
  • 1 Colher de chá de fermento Royal
  • 1 Colher de café de canela
  • Raspa de 1 laranja
  • Margarina para untar a forma
  • Farinha para polvilhar a forma
Comece por descascar as batatas (usei o descascador da Borner).
Num tacho, leve a cozer em água temperada com sal em lume médio. Depois de cozidas, escorra a água e faça o puré. Reserve.
Deite num recipiente junte 150grs. de açúcar, a margarina, a raspa de laranja, a canela e bata muito bem. De seguida junte o puré de batata doce e as gemas, continue a bater, até obter um creme fofo. Bata as claras em castelo bem firme, adicione no final os restantes 50 grs. de açúcar, batendo até ficarem bem firmes. Peneire a farinha com o fermento.
Misture na massa alternadamente, claras e farinha de trigo, aos poucos e cuidadosamente, depois de bem ligado, deite na forma, previamente untada e polvilhada de farinha, leve a forno pré aquecido nos 180ºC , coze em cerca de 35 a 40 minutos, faça o teste do palito.

Nota: Depois de cozido, convém deixar arrefecer um pouco, só depois o desenforme.
 Para obter +/- 120 grs. de puré de batata, coza cerca de 300 grs. destas, depois deixe arrefecer e passe-as pelo passe-vite, sendo necessário que o puré seja bem enxuto.

Receita do Blogue Cozinhadaduxa

Como alternativa também podem fazer estes deliciosos Mini Bundt Cakes!!
Ficam tão mimosos, não acham??
Votos de um ótimo fim de semana!
Beijinhos doces ;)


terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Rolos de Canela

Canela, é sem sombra de dúvida a minha especiaria preferida!
Adoro o aroma inconfundível e o seu exótico sabor.
É das especiarias que mais uso na minha cozinha, por isso mesmo trago uns deliciosos Rolos de Canela para o desafio do grupo "Dia Um...Na Cozinha", que consiste em fazer uma receita com uma especiaria ao nosso gosto.
É impossível resistir à tentação desta massa deliciosamente macia e húmida, ao recheio para lá de saboroso, e ao incrível perfume a canela.
Ficaram simplesmente DIVINAIS!

Rolos de Canela
Massa
  • 1 ovo L
  • 40 grs de manteiga (usei margarina Vaqueiro sabor a manteiga)
  • 30 grs de açúcar amarelo
  • 120 ml de leite
  • 300 grs de farinha T55
  • 10 grs de fermento fresco (meio cubo)
  • 1 pitada de sal
  • Extracto de baunilha q.b.
  • Gema de ovo ou leite para pincelar
Recheio
  • 50 grs de manteiga (usei c/ sal)
  • 80 grs de açúcar amarelo
  • 1 colher de sopa de canela (Usei da Margão)
  • 1 colher de sopa de farinha
Cobertura
  • 2 colheres de sopa de creme de queijo Philadelphia
  • 3 colheres de sopa de açúcar em pó 
  •  1/2 vagem de baunilha raspada
  • Leite q.b.
 Prepare a massa:
Aqueça um pouco o leite (até ficar morno). Junte a manteiga, o açúcar, a essência e o sal e misture tudo até a manteiga estar derretida. Despeje numa taça. Adicione o ovo e misture. Adicione a farinha e o fermento desfeito por cima. Amasse tudo muito bem até obter uma bola bem lisa e elástica (10 minutos). Coloque num recipiente, tape com um pano e deixe levedar cerca de 1h30.

Depois:
Misture bem o açúcar com a canela e a farinha numa taça e reserve.
Coloque a massa na mesa e amasse ligeiramente de forma a retirar o ar. Estenda a massa em forma de retângulo (40x30cm) numa superfície enfarinhada.
Pincele bem com manteiga, espalhe a mistura de canela de forma a cobrir toda a superfície do retângulo e salpique novamente com a manteiga que restar.
Enrole a massa (pelo lado maior) até formar um rolo.
Corte em 9 partes iguais. Coloque as rodelas com o corte virado para cima, numa forma ou tabuleiro forrado com papel vegetal.
Deixe levedar mais 20 minutos. Pincele com gema de ovo ou leite e coloque em forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 25 a 30 minutos (faça o teste do palito).
Numa taça misture bem os ingredientes da cobertura de forma a ficar um creme homogéneo. Junte um pouco de leite para diluir até obter a consistência desejada.
Regue os rolos de canela e sirva.

Receita (ligeiramente adaptada) do doce e fantástico Blogue Coco e Baunilha

Bom apetite!

sábado, 28 de novembro de 2015

Tarte Tatin

A Tarte de hoje faz as delícias cá em casa, e para além disso é a preferida do meu marido.
Esta é uma tarte que se serve quente, e por isso, é ideal para servir no Outono ou quando os dias estão mais frios. O aroma e o sabor são irresistíveis.

Para os mais gulosos, recomendo acompanharem com uma bola de gelado de nata ou de baunilha com a tarte ainda morna … simplesmente sublime.
TARTE TATIN
Massa: (semi-folhada) - dá para 2 bases
  • 320 grs. Farinha de trigo tipo 65 sem fermento
  • 1 Colher de chá de sal fino
  • 220 grs. Manteiga sem sal bem fria
  • 1 dl. Água gelada
Recheio:
  • 6 Maçãs grandes
  • 50 grs. Manteiga 
  • 125 grs. Açúcar
Num robot com lâmina junte a farinha e o sal e pulse para misturar. 
Junte a manteiga cortada em pedaços pequenos e pulse umas 10 vezes até que a massa fique com o aspecto de mal esfarelada. Com a máquina a funcionar em baixa velocidade junte a água bem gelada até a massa ficar ligada - não deixe bater muito para que a manteiga não se desfaça toda. Se a massa lhe parecer um pouco seca junte mais um pouco de água, uma colher de sopa de cada vez. Se lhe parecer muito húmida, junte um pouco de farinha.
Coloque a massa sobre a tábua enfarinhada, divida ao meio e faça duas bases redondas com cerca de 30 cm de diâmetro. Só irá usar uma para esta receita.
Envolva em película aderente e leve ao frigorífico durante uma hora no mínimo (pode deixar de um dia para o outro. Pode também congelar até um mês).
Fazer o recheio: Descasque as maçãs, corte-as ao meio (perpendicular ao caroço) e retire o caroço com a ajuda de uma colher de fazer bolas de melão (com jeitinho também o pode fazer com uma faca).
Coloque a manteiga a derreter sobre lume médio numa frigideira de 25 cm de diâmetro que possa depois ir ao forno (terá de ser toda metálica).
Quando a manteiga derreter junte metade do açúcar - incline a frigideira de um lado para o outro para a manteiga e o açúcar ficarem bem misturados.
Coloque as metades de maçã com a parte redonda virada para baixo, aperte-as bem; as que sobrarem corte em pedaços e preencha os intervalos - com a cozedura a maçã vai encolher.
Polvilhe as maçãs com o restante açúcar e deixe cozer. Se vir que o açúcar começa a caramelizar muito depressa, baixe o lume até que o líquido libertado pelas maçãs o deixe mais líquido. Aí poderá voltar a colocá-lo em médio. Tape a frigideira, mas fique sempre "de olho" por causa do caramelo.
Uma ou outra vez vire as maçãs com a ajuda de dois garfos e use-as para mexer o caramelo - tenha muito cuidado para não fazer à mão porque corre o risco de se queimar. Quando o caramelo estiver quase no ponto certifique-se de que as maçãs estão com a parte redonda virada para baixo, e o mais arrumadinhas possível, já que é assim que vão ficar, para que a tarte fique bonita ao virar.
Atingido o ponto perfeito de cor âmbar, retire a frigideira do lume.
Retire a massa do frigorífico e cubra a frigideira - com a ponta dos dedos dobre as extremidades para dentro e pressione ligeiramente a massa para a encaixar.
Se usar massa folhada pique-a ao de leve e faça um buraquinho no meio, que vai funcionar como chaminé para que a massa cresça mais.
Leve a forno pré-aquecido a 220ºC durante 5 minutos.
Depois baixe para 200ºC e deixe cozer durante 20 minutos ou até que a massa esteja dourada.
Retire do forno e ainda quente coloque um prato largo sobre a frigideira e vire a tarte para o prato.
Se por acaso algum pedaço de maçã se pegar na frigideira retire os pedacinhos com uma colher e coloque-os sobre a tarte, ajeitando bem - ninguém irá reparar.

Receita da Clara de Sousa


Bom apetite!
Bom fim de semana para todos.