segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Gelado de Iogurte e Amoras Silvestres

Os dias de verão sabem sempre bem acompanhados de uma bola de gelado.
Ando sempre a pensar na próxima combinação de sabores. Os de fruta são sem dúvida os meus preferidos! As amoras são um dos meus frutos preferidos desta estação.
Adoro-as em bolos e tartes, doces e em smoothies bem fresquinhos e ainda por cima ficam lindas em gelados cremosos cheios de cor e sabor!
 Gelado de Iogurte e Amoras Silvestres
  • 150g de amoras silvestres
  • sumo de 1/2 limão
  • 50g de açúcar
  • 500ml de iogurte grego s/açúcar
  • 2 colheres de sopa de açúcar (para adoçar o iogurte)
  • 1 colher de sopa de golden syrup
Coloque o iogurte grego no congelador por, pelo menos 15 minutos antes de as usar.
Lave as amoras e retire-lhes os pés (pode usar frescas ou congeladas). Em seguida coloque-as num recipiente e junte-lhes o açúcar. Com a ajuda de uma colher de pau, vá esmagando os frutos e misturando-os com o açúcar e o sumo de limão até que fique transformada numa polpa cremosa. Deixe arrefecer.
Passe o molho de amoras por um passador para extrair as sementes e reserve numa taça, tape com película aderente e leve ao frigorífico até usar. Se tiver muita dificuldade misture com um pouco de iogurte, fica mais fácil.
Entretanto, num recipiente à parte, bata muito bem o iogurte até ficar bem cremoso. Adicione o açúcar e o golden syrup. Bata mais um pouco.
Coloque o iogurte na máquina de fazer gelados seguindo as instruções do fabricante (nota: regra geral, todas as máquinas de gelados devem estar no congelador cerca de 12h antes de serem utilizadas - eu normalmente tenho-a sempre no congelador durante o verão inteiro para ter a certeza de que está bem gelada), até dobrar de volume.
Depois de frio vá deitando o creme da amoras com a ajuda de uma colher para dentro da máquina de gelados, até ficar uma mistura meio marmoreada. Adicione algumas amoras inteiras (opcional).
Depois de pronto, colocar o gelado numa taça e levar ao congelador até estar bem firme, retirando 5 minutos antes de servir.
Bom apetite!

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Bolo de Citrinos e Farinha de Fubá

Nos dias de hoje, é impossível queixarmo-nos de falta de inspiração na nossa cozinha. Os meios são mais que muitos, desde livros a blogues, passando pelo Pinterest e Instagram, a inspiração é interminável e simplesmente irresistível. 
Desta vez trago -vos um bolo bem simples que vi no Instagram. Espero que gostem!
Bolo de Citrinos & Farinha de Fubá
Para o bolo:
  • 1 chávena de farinha de trigo
  • 1 chávena de farinha de fubá fino ou farinha de milho fina
  • 2 colheres de chá de fermento
  • raspa de 2 limões e de 1 laranja
  • 2 colheres de sopa de sumo de limão
  • ½ chávena de leite gordo (usei meio-gordo)
  • 150 g de manteiga (usei Vaqueiro sabor a manteiga)
  • 1 chávena de açúcar amarelo
  • 4 ovos M
Para o glacé:
  • 1 chávena de açúcar em pó
  • 2 colheres de sopa de sumo de limão
Pré aqueça o forno a 180ºC.
Forre um tabuleiro (25x18 cm) com papel vegetal e unte com margarina e polvilhe com farinha.
Peneire as farinhas e o fermento, reserve.
Coloque 2 colheres de sumo de limão numa chávena e complete com leite até ficar na medida de ½ chávena, reserve.
Numa taça grande bata a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado. Depois adicione a raspa dos limões e da laranja., continue a bater. Adicione os ovos inteiros, uma a um, e bata apenas para homogeneizar. Acrescente os ingredientes secos alternando com a mistura de leite e sumo de limão, envolva até estar uma mistura homogénea.
Deite a massa no tabuleiro e leve a cozer no forno durante + ou – 35 minutos.
Faça o teste do palito. Depois de pronto, deixe arrefecer e entretanto faça o glacé. Com um foué misture o açúcar com o sumo de limão até ficar uma calda branquinha e depois é só espalhar sobre o bolo.

Receita do blog Feito com Amor
Este bolo fica com uma textura muito fofa e saborosa!

Torta de Legumes

Ultimamente só me apetecem refeições leves e práticas, e se possível, que sejam saudáveis e esta torta de legumes veio mesmo a calhar! Tem vitaminas, proteínas e todas aquelas coisas que fazem bem à saúde, e ainda por cima é muito saborosa.
Além de tudo é uma ótima sugestão para levar para o trabalho, para a praia ou para um piquenique.
Torta de Legumes
  • 1 chávena de curgete em cubos
  • 1 chávena de cenoura em cubos (pré-cozida)
  • 1 tomate  médio maduro em cubos
  • ½ cebola picada
  • 1 chávena de ervilhas congeladas
  • órégãos a gosto
  • 1 chávena de queijo Emmental ralado
  • 3 ovos M
  • ½ chávena de óleo
  • 1 e ½ chávenas de farinha de trigo
  • 1 e ½ chávenas de leite
  • sal q.b.
  • 3 colheres de chá de fermento em pó
Comece por arranjar os legumes cortando-os aos cubos com a ajuda de uma mandolina (usei a da Borner).
Numa taça grande misture a curgete, a cenoura, o tomate, a cebola picada, as ervilhas, os orégãos e o queijo ralado.
Num liquidificador bata muito bem os ovos com a farinha, o óleo, o leite, o sal e o fermento.
Depois é só misturar esta massa aos legumes e colocar num tabuleiro untado e polvilhado com farinha, polvilhe novamente com queijo ralado e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante + ou – 40 minutos.

Receita do blog Flamboesa
Deliciosa!

domingo, 14 de agosto de 2016

Tarte de Tomate, Espinafres e Cogumelos

Estamos na altura do tomate, e este chega-nos em abundancia e de ótima qualidade!
Não há nada melhor que o tomate de verão, bem fresquinho, apetitoso e com lindos e irresistíveis tons de vermelho. Por aqui adoramos tomate das mais variadas formas; nas saladas, em sopas, nos guisados, quiches e tartes e no tão tradicional doce de tomate! 
Para celebrar este delicioso fruto e também para levar para a mesa da querida Marta, do blog Intrusa na Cozinha trago-vos esta saborosa e colorida Tarte de Tomate, Espinafres e Cogumelos.
Tarte de Tomate ,Espinafres e Cogumelos
  • 1 folha de massa quebrada
  • 4 ovos L
  • 2 mãos cheias de tomates cereja
  • 8 cogumelos portobello pequenos
  • 1 chávena de leite
  • 1 mão cheia de espinafres
  • 100 ml de natas
  • 50 g de queijo feta
  • queijo mozzarella ralado q.b.
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
Pré- aqueça o forno a 180ºC.
Comece por cortar os cogumelos em fatias finas com uma mandolina (usei a da Borner) e prepare os espinafres. 
Numa frigideira coloque um fio de azeite e salteie os cogumelos, temperando-os com sal e pimenta durante 15 minutos, depois adicione os espinafres, envolva e deixe cozinhar por 1 minuto. Reserve. Escorra o líquido que formar.
Espalhe a massa numa tarteira, pique-a com um garfo e leve a cozinhar ao forno por cerca de 15 minutos.
Entretanto, bata os ovos e adicione o leite e as natas e misture tudo bem. Com um garfo esmague o queijo Feta e adicione ao preparado anterior.
Coloque os legumes sobre a massa e depois deite a mistura dos ovos com o leite por cima. Por fim corte os tomates cereja ao meio e distribua uniformemente sobre a tarte.
No final, polvilhe com o queijo mozzarella ralado e leve ao forno por 20 minutos ou até estar dourado.
Bom apetite!

domingo, 7 de agosto de 2016

Summer Pudding

Hoje trago uma receita tipicamente inglesa!
Na estação em que abundam as frutas vermelhas, esta é umas das melhores formas de as aproveitar, e desta vez em versão de pudim. 
Esta maravilhosa sobremesa pode ser feita com os frutos que mais gostar, desde framboesas, amoras, morangos, mirtilos, cerejas.... E um dos segredos para ficar mais gostoso é fazê-lo de véspera.
Mesmo de férias, não podia deixar de participar uma vez mais no magnifico desafio Sweet World.
Summer Pudding
  • 50 g de açúcar
  • 1 colher sopa de água
  • 2 colheres de sopa de licor de amora
  • 3 chávenas de frutos vermelhos (usei amoras, framboesas e mirtilos)
  • 8 fatias de pão de forma branco, de preferência não muito fresco
  • 1 chávena de chantilly
 Numa panela faça uma calda misturando o açúcar, a água e os frutos.
Mexa a calda com cuidado. Mantenha a calda ao lume até que esteja quente e o açúcar dissolvido. Depois de fria coe a calda para uma taça e adicione o licor de amoras. Reserve.
Unte ligeiramente a taça com margarina. Cubra a taça com pelicula aderente abundante de forma a conseguir tapar o pudim.
Corte um círculo numa das fatias de pão de forma a cobrir o fundo da taça.
Corte as restantes fatias e retire-lhes a côdea.
Coloque as restantes fatias na taça de maneira a que não fique nenhum espaço por preencher. Convém que a forma fique bem forrada para o recheio não escapar.
Coloque o recheio com um pouco da calda e termine cobrindo toda a superfície com pão. Por fim regue com uma parte da calda e reserve a restante para quando servir (basta um pouco). Cubra o pudim com a pelicula aderente e coloque um prato vazio em cima, com um peso (pode ser uma lata de grão ou tomate) por forma a que o pudim fique prensado.
Leve ao frigorífico, de preferência, de um dia para o outro, para que o pão absorva a calda dos frutos.
Na hora de servir inverta o pudim num prato e regue com a restante calda e acompanhe com mais frutos vermelhos frescos e uma bola de gelado ou chantilly.

Receita ligeiramente adaptada da querida Lia, do blog Lemon and Vanilla
Surpreendentemente delicioso!

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Gelado de Mirtilos e Crème Fraîche

Estamos no pico do verão!! … E se há coisa que adoro fazer, é sentar-me a apanhar ar fresco na varanda e saborear um delicioso gelado.
Desta vez trago um gelado de cremosidade e textura muito aveludada.
E com este gelado tenho uma vez mais o prazer de participar num desafio do fantástico grupo Dia Um …Na Cozinhasendo o tema deste mês "gelados",  e com o calor a convidar era impossível não participar!
  • 4 gemas de ovo
  • 240 ml de leite meio gordo
  • 240 ml de natas
  • 250 g de açúcar (irá ser dividido)
  • 1 pitada de sal
  • 225 g de Crème Fraîche
  • 160 g de mirtilos 
  • 2 c. (sopa) de Golden Syrup
  • 1 c. (sopa) de sumo de limão
Bata as gemas numa taça e reserve.
Leve um tacho ao lume com o leite, as natas, 200 g de açúcar e o sal. Aqueça em lume médio e mexa de vez em quando, até começar a levantar fervura. Retire do lume e adicione uma chávena da mistura de leite quente às gemas, batendo energicamente com uma vara de arames. Coloque a mistura das gemas com o leite novamente no tacho do leite e misture tudo muito bem.
Leve novamente o tacho a lume brando, mexendo sempre com uma espátula de silicone, durante cerca de 7 minutos. Cozinhe até a mistura começar a espessar e ao passar o dedo na espátula, este desenhe uma linha bem definida  (ter atenção para nunca deixar ferver o creme).
Retire o tacho do lume, adicione o crème fraîche e bata até obter uma mistura bem cremosa.
Passar a mistura por um coador de rede fina e deixar arrefecer no frigorífico durante pelo menos 4 horas ou de preferência de um dia para o outro.
Prepare o molho de mirtilos, colocando os mirtilos numa caçarola, juntamente com o restante açúcar (50g), o golden syrup e o sumo de limão. 
Esmague com um garfo e leve a cozinhar em lume médio durante cerca de 5 a 7 minutos, mexendo de vez em quando e até o líquido libertado pelos mirtilos reduzir um pouco e atingir a consistência de xarope. Transfira o molho de mirtilos para uma taça, tape com película aderente e leve ao frigorífico até usar.
Coloque a mistura de gelado numa máquina de fazer gelados e siga as instruções do fabricante.
Entretanto remova a molho de mirtilos do frio e mexa bem.
Quando o gelado estiver no ponto, espalhe 1/3 no fundo de um recipiente  (usei uma forma de bolo inglês), cubra com metade do molho de mirtilos e repita até terminar com uma camada de gelado.
Tape e leve ao congelador durante pelo menos 4 horas ou de um dia para o outro.

Receita do blog Sweet Gula
Esta é mais uma das coisas boas do meu verão!
Boas férias!