domingo, 9 de agosto de 2015

Licores

Outra das minhas aventuras é fazer licores.
Faço dos mais variados sabores, alguns de fruta, outros de chá, uns de vagens, etc.
Há para todos os gostos!!
É uma alegria poder oferecer aos amigos e familiares miminhos feitos por mim. 
É uma bela forma de oferecer carinho a quem vem cá a casa ou também de os presentear no Natal. 
Aqui ficam alguns:
Licor de Funcho
  • 100 grs. de “folhagem de funcho fresca”
  • 4 Colheres de chá de semente de funcho
  • 1 kg  Açúcar
  • 1 L Água
  • 1 L Aguardente vínica 
Numa panela deite a água, o açúcar, as sementes e a folhagem do funcho (bem lavada).
Leve ao lume e deixe ferver em lume brando durante 10 a 15 minutos.
Retire do lume e deixe arrefecer.
Junte a aguardente e misture muito bem.
Filtre o licor com um pano de linho e engarrafe.

Receita de “Petiscos.com”

Licor de Amora
  • 300 grs. Amoras silvestres
  • 1 Lt. Aguardente vínica
  • 1 Kg. Açúcar
  • 800 ml. Água
Coloque as amoras silvestres e a aguardente numa garrafa que feche bem. 
Guarde num local escuro durante 1 mês.
Mexa a garrafa todos os dias, durante 15 dias.
Num tacho, coloque o açúcar e a água e leve ao lume médio durante + ou – 15 minutos.
Retire do lume e reserve.
Depois de fria junte tudo a esta calda.
Coloque numa garrafa e guarde mais um mês até consumir. 

Licor de Cereja ou Ginja
  • 1 Lt. Água
  • 1 Kg. Açúcar
  • ½ Lt. de um bom vinho tinto
  • 1 Lt. Aguardente vínica
  • 1 Kg. Cerejas ou ginjas
  • 1 Pau de canela
Num tacho, coloque o açúcar e a água e leve ao lume médio até levantar fervura. Junte o pau de canela e as cerejas ou ginjas previamente lavadas e sem o pezinho. Junte o vinho, mexendo sempre, deixe ferver 5 a 7 minutos. Retire do lume e reserve. Depois de fria junte aos poucos a aguardente vínica. Por fim coloque numa garrafa e guarde. Mexa a garrafa todos os dias, durante 15 dias. Fica pronta a consumir ao fim de 4 meses. 
Receita de Manuel Paulo
Licor de Lúcia-Lima
  • 3 Pés de Lúcia-Lima verdes
  • 1 Lt. Aguardente vínica
  • 1 Kg. Açúcar
  • 800 ml. Água
Coloque os pés de Lúcia-lima e a aguardente num recipiente que feche bem.  Guarde num local escuro durante 2 meses. Mexa a garrafa todos os dias, durante 15 dias. Num tacho, coloque o açúcar e a água e leve ao lume médio durante + ou – 15 minutos. Retire do lume e reserve. Depois de fria junte aos poucos a aguardente vínica coada a esta calda. Coloque numa garrafa e guarde mais um mês até consumir.

Receita de José Cruz


Boa semana para todos!

2 comentários:

  1. Adorei estes Licores! Não sabia que se podiam fazer com chá. Vou experimentar o de Lúcia-Lima, que tenho bastante. Também costumo fazer Ginginha que, com o tempo de maturação dá um óptimo Licor de Ginja, mas não ponho vinho tinto. A sua receita fez-me lembrar o Licor de Ginja de Óbidos que leva o dito.
    Obrigada pela partilha. Bjs. Bombom

    ResponderEliminar
  2. Olá Fátima!! Bem-vinda ao blog, fico muito contente que tenha gostado dos meus licores.
    Posso garantir que esta ginja fica tão boa quanto a de Óbidos, modéstia à parte, pois é o que todos dizem ;)
    Beijinhos e obrigada pela simpatia.

    ResponderEliminar