terça-feira, 20 de junho de 2017

Spanische Windtorte

Hoje, trago mais um doce do mundo!
Desta vez o desafio recai num doce austríaco da época barroca, considerado um dos bolos mais exuberantes de Viena. Surgiu na época do império Austro-Húngaro, no decorrer do século XVII, e logo se distinguiu pela originalidade. 
É uma sobremesa composta por anéis e discos de merengue de complicada confecção, devido à delicadeza dos seus elementos feitos de merengue francês e suíço.
Dificuldades à parte, todo o trabalho, tempo e paciência foram bem empregues nesta maravilhosa sobremesa!
Aqui fica a minha participação na 17º edição do Sweet World.
Spanische Windtorte 
Merengue Francês:
  • 5 claras grandes
  • 1/2 colher de chá de Maizena
  • 250g de açúcar
Decoração em Merengue Suíço:
  • 1 clara grandes
  • 50g de açúcar
Recheio:
  • 300 ml de natas para bater
  • 35g de açúcar em pó
  • 1 colher de café de sumo de limão
  • 100 gr de morangos frescos
  • 40 gr de framboesas frescas
Decoração:
  • pétalas de hortenses 
Comece por fazer o merengue francês. Pré-aqueça o forno a 120ºC, e forre 2 tabuleiros com papel vegetal. Numa das folhas desenhe 2 círculos com 17 cm de diâmetro. Unte ligeiramente o papel com manteiga ou spray desmoldante. Reserve. Na outra desenhe 3 anéis com o mesmo diâmetro.
Bata as claras com a maizena até estarem firmes e acrescente o açúcar, colher a colher, batendo sempre até o açúcar deixar de se sentir.
Coloque o merengue num saco de pasteleiro e, com um bico largo e liso, preencha completamente dois círculos de um dos tabuleiros (estes serão a base e a tampa).e na outra folha desenhe 
com o merengue apenas o contorno do círculo, fazendo anéis de cerca de 2-3 cm de largura.
Leve ao forno cerca de 35-40 minutos até a massa estar firme e assada. Retire do formo e deixe arrefecer bem
Num tabuleiro de forno, sobre papel vegetal coloque um dos discos (cheios) de merengue, espalhe um pouco do merengue francês no contorno, em vários pontos, e cole um dos anéis. Repita com os outros três anéis. Depois de montado, barre por fora toda a “caixa” com o restante merengue, como se de um bolo se trata-se. Leve ao forno cerca de 35 minutos até o merengue estar firme. Retire do forno e deixe arrefecer.
Entretanto prepare o merengue suíço para a decoração, levando num recipiente a banho maria as claras juntamente com o açúcar mexendo sempre até o açúcar diluir. Quando começar a espessar sentindo-se que o açúcar já diluiu completamente, retire do lume e bata bem até o merengue estar bem firme e frio.
Escolha 2 com efeitos e coloque-os em diferentes sacos de pasteleiro. Distribua o merengue pelos sacos e decore a caixa na sua lateral e na tampa, a gosto. Leve novamente ao forno cerca de 20 minutos para o merengue ficar firme (ter atenção para não o deixar ganhar cor). Retire do forno e deixe arrefecer bem.
De seguida coloque um pontinho de merengue em cada flor ou pétala e cole à caixa, decorando a gosto.
Prepare o recheio batendo as natas bem firmes. Junte o sumo de limão e o açúcar em pó e bata um pouco mais. Lave e corte os morangos em pedaços pequenos, junte as framboesas e adicione às natas, envolvendo delicadamente. Conserve no frio até usar.
Para a montagem, coloque a caixa de merengue no prato de servir, com cuidado recheie com a mistura de chantili com frutos vermelhos e tape com o segundo disco de merengue. 
Serva de imediato.
Nota: Adaptei as quantidades da receita da Susana às dimensões da minha Windtorte.
Para mim, a maior dificuldade desta sobremesa recai na perícia de conseguir cortar uma fatia perfeita sem partir o restante bolo. (não foi o meu caso)

Receita do Blog Basta Cheio
Ficou bem longe de estar perfeito, mas posso garantir que de sabor ficou divinal!   

4 comentários:

  1. Não ficou perfeito? Ficou fantástico, lindo e de certeza delicioso!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada querida Mary!
    Até que não correu assim muito mal, mas esta sobremesa requer habilidade e perícia para servir as fatias ;)
    Um grande beijinho,

    Paula G.

    ResponderEliminar
  3. Olá Paulinha,
    O Spanische é assim mesmo, caprichoso e especial. Ficou tão bonito o teu! Não o achei dificil mas realmente trabalhoso. Contudo, adorei saborea-lo.
    A fatia perfeita não existe neste doce, é impossível! :) O que interessa é que depois de desafio superado tenha agradado.
    Muito Obrigada pela tua presença :)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  4. Olá Susaninha,
    Muito obrigada! Também não o achei difícil, mas como tão bem o dizes, bastante trabalhoso!
    Sem dúvida uma fantástica sobremesa de verão que é impossível não agradar.
    É sempre um prazer ser desafiada pelo vosso Sweet World, beijinhos.

    Paula G.

    ResponderEliminar